Objetivo desse blog



O objetivo desse blog é compartilhar com vocês aquilo que tenho ganhado na comunhão com os santos e ao ler a palavra do Senhor!


"Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo teu nome sou chamado, ó SENHOR, Deus dos Exércitos." Jeremias 15.16


quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Jesus, o mordomo aprovado por Deus. São Lourenço. Mensagem 1. 2016

                                                                (Minhas anotações da mensagem compartilhada)
Lucas: 12. 35. Estejam cingidos os vossos lombos e acesas as vossas candeias; 36. e sede semelhantes a homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas, para que, quando vier e bater, logo possam abrir-lhe. 37. Bem-aventurados aqueles servos, aos quais o senhor, quando vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará reclinar-se à mesa e, chegando-se, os servirá. 38. Quer venha na segunda vigília, quer na terceira, bem-aventurados serão eles, se assim os achar. 39. Sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. 40. Estai vós também apercebidos; porque, numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem. 41. Então Pedro perguntou: Senhor, dizes essa parábola a nós, ou também a todos? 42. Respondeu o Senhor: Qual é, pois, o mordomo fiel e prudente, que o Senhor porá sobre os seus servos, para lhes dar a tempo a ração? 43. Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim. 44. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens. 45. Mas, se aquele servo disser em teu coração: O meu senhor tarda em vir; e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46. virá o senhor desse servo num dia em que não o espera, e numa hora de que não sabe, e cortá-lo-á pelo meio, e lhe dará a sua parte com os infiéis. 47. O servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; 48. mas o que não a soube, e fez coisas que mereciam castigo, com poucos açoites será castigado. Daquele a quem muito é dado, muito se lhe requererá; e a quem muito é confiado, mais ainda se lhe pedirá. - Bíblia JFA Offline

Em Êxodo12, quando o Senhor dá a orientação sobre como comer a Páscoa, o versículo 11 diz que deveria ser de lombos cingidos. Lombos cingidos significa prontidão. Alguém atendo, diligente e focado. Vigilante. Jesus era alguém cingido com a verdade, um modelo para nós de servidão. No v. 12 continua dizendo que a candeia deveria estar acesa, o que denota Testemunho. E ainda diz: sejam como homens que esperam seu Senhor - expectativa.
Três palavras são destaques nesse texto: vigilantes, testemunho e expectativa.
Mordomo é aquele à quem tudo era confiado na casa. Um liberto, mas servo. Alguns eram escravos nascidos na casa. Sua incumbência era para com todos os afazeres daquela casa. Cuidavam das despesas, das necessidades e repartiam os suprimentos entre os dali, dando o alimento adequado para cada pessoa a seu tempo. Eram responsáveis pelo alimento, o suprimento oportuno, no tempo oportuno. Isso é ser um mordomo.
Esse era o nosso Senhor, nosso exemplo de mordomia. Paulo e outros foram reflexos desse mordomo, aprendendo Dele o mordomado. Paulo  diz que experimentou na carne as aflições de Cristo a favor do corpo.
O Senhor usa a palavra bem aventurados para aqueles mordomos, achados vigilantes. V. 37, 43.
George Wihitefield outro exemplo de mordomo, deixou os púlpitos, o lugares sagrados, para pregar nas minas de carvão e alcançar aqueles homens cansados, que tinham os rostos de carvão lavados das lágrimas quando a palavra penetrava em seus corações.  Um dia, após viajar toda a noite, estava cansado e precisava dormir. Porém,  ao chegar à estalagem, muitos tinham ido procurá-lo para ouvir uma pregaçào. Então,  ao subir as escadas, ele ficou constrangido e se  virou a fim de pregar o evangelho até a vela em suas mão apagar. Ao final, subiu para dormir e o Senhor o recolheu. Isso é ser bem aventurado, estar cingido e vigilante até o fim.
Felizes os servos vigilantes!
V. 37 Pois o Senhor mesmo irá cingir-se, dará lugar a tal servo à mesa e o servirá.
Isso porque a glória e o trono não mudaram a natureza de Cristo. Ele servirá seus mordomos à mesa naquele dia, pois foram fiéis no pouco e serão postos sobre muito! E ainda diz: em verdade vos digo! Por quê? Porque o Senhor dos senhores é um servo, um mordomo.

Filipenses: 2. 5. Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, 6. o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, 7. mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; 8. e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. 9. Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; 10. para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, 11. e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. - Bíblia JFA Offline

Nessa passagem tão rica, nos  versos de 6 à 11, temos um hino com toda a essência do evangelho. Ele era o Verbo com Deus e que, ao mesmo tempo, era Deus. Fala de Cristo na eternidade, sua encarnação,  obediência,  morte, ascensão.  Fala de O nome, acima de todo nome. Nesses versículos há uma condensação do evangelho em 76 palavras.

Filipenses: 2. 1. Portanto, se há alguma exortação em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão do Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, 2. completai o meu gozo, para que tenhais o mesmo modo de pensar, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, pensando a mesma coisa; 3. nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo; 4. não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. - Bíblia JFA Offline

Nesse trecho, nos versículos de 1 à 4, temos uma introdução de como vivermos a vida Cristã. Do 12 adiante vemos o modelo em Cristo.
Esse, que era Deus, não julgou usurpação o ser igual a Deus. Deus, homem, na eternidade passada, não considerou um prêmio ser igual a Deus. Não se aferrou a isso, mas se encarnou. Em João 17:5 Ele diz:
E agora Pai, glorifica me com aquela glória que eu tive junto de Ti, antes que houvesse mundo.
Ele se esvaziou, sendo Deus, parte da Trindade, Santo, Glorificado, adorado e tudo o que significa ser filho de Deus e Deus. Quando Deus envia seu filho, seu filho é um com Ele. O Pai estava nele. Não foi crucificado com Ele, pois Ele esteve só na cruz, mas não deixou de ser Deus/homem na cruz.  Morreu, ressuscitou, entronizou como Deus homem. Esse é o significado da cruz e nisso está a nossa redenção: o fato de Deus/ homem ter morrido por nós. Jesus com sua alma humana e corpo humano, nos salvou. Foi homem completo, como nós, mas sem pecado. O pecado não fazia parte da criação do  homem. O pecado foi intruso. E Ele, ao assumir a forma humana, foi um homem sem pecado.
Antes do tempo, só havia a Trindade. Foi nesse tempo que o Filho se apresentou como o cordeiro e o Pai o elegeu e o reconheceu como O cordeiro, antes da fundação do mundo. Ele se apresentou, se ofereceu: eis-me aqui. Ao se esvaziar,  assumiu a forma de servo, em contraste com a forma de Deus. Ele se encarnou e não se fez rei ou nobre, mas servo.
Os doze discípulos o amavam, serviam, mas nada entendiam, até que o Espírito veio. Numa reunião, uma mãe pediu que Jesus mandasse que seus dois filhos se sentassem, no reino vindouro, um à sua direita e outro à esquerda, mas o Senhor disse: vocês sabem o que estão pedindo?  Podem tomar o cálice que estou para beber? Eles responderam, como crianças inocentes:sim. Mais tarde, Tiago tomou esse cálice de uma vez, ao ser degolado e João, pouco a pouco, exilado. Nesse dia, mais tarde, houve uma discussão entre eles para saber quem era o maior, quem era o menor e o Senhor lhes disse: não seja assim entre voz. Quem quer ser o maior,  seja o servo.
Isaías: 42. 1. Eis aqui o meu servo, a quem sustenho; o meu escolhido, em quem se compraz a minha alma; pus o meu espírito sobre ele. ele trará justiça às nações. 2. Não clamará, não se exaltará, nem fará ouvir a sua voz na rua. 3. A cana trilhada, não a quebrará, nem apagará o pavio que fumega; em verdade trará a justiça; 4. não faltará nem será quebrantado, até que ponha na terra a justiça; e as ilhas aguardarão a sua lei. 5. Assim diz Deus, o Senhor, que criou os céus e os desenrolou, e estendeu a terra e o que dela procede; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela. 6. Eu o Senhor te chamei em justiça; tomei-te pela mão, e te guardei; e te dei por pacto ao povo, e para luz das nações; 7. para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas. 8. Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não a darei, nem o meu louvor às imagens esculpidas. - Bíblia JFA Offline

Esse servo comia a vontade de Deus. Seu foco único era fazer a vontade do Senhor e realizar a sua obra. Ele desceu do céu para fazer a  vontade Daquele que O enviou. E Jesus foi sustendado por nosso amado Pai, em todo tempo. Ele sustentou sua infância e o levou a realizar cabalmente seu ministério, suportando a cruz pelo Espírito Santo eterno.
O Filho orou para ser liberto da morte, com súplicas, com sangue. Temeu um colapso no Getsêmani. Orou para ser sustentado até a cruz, onde teve a hora abominável. O verbo encarnado, Deus homem, dizendo: meu Pai, meu Pai, porque me desamparaste? Sua alma esteve triste até a morte. Is 42 o chama de eleito, em quem a alma de Deus se compraz, mas nessas últimas horas na cruz, perdeu a face de Deus, por amor de nós!

Provérbios: 8. 12. Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e possuo o conhecimento e a discrição. 22. O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos. 23. Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra. 30. então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo; - Bíblia JFA Offline

Ele estava na eternidade passada, folgando quando o Pai era arquiteto (folgando, no original, alegrando, regozijando, a mesma palavra de 1Cr 15:29, quando Davi dançou diante da arca).
O Senhor após seu batismo,  entrou no templo e leu Is 51. "O Espírito do Senhor está sobre mim. Ele me ungiu..."

Atos dos Apóstolos: 10. 38. concernente a Jesus de Nazaré, como Deus o ungiu com o Espírito Santo e com poder; o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com ele. - Bíblia JFA Offline.
Deus o ungiu. Deus o fez O mordomo! O escolhido. Deus, mas mordomo, homem como nós, sujeito aos mesmos sentimentos, capaz de condoer-se de nós. Deus, mas conhecedor da natureza humana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário