Objetivo desse blog



O objetivo desse blog é compartilhar com vocês aquilo que tenho ganhado na comunhão com os santos e ao ler a palavra do Senhor!


"Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo teu nome sou chamado, ó SENHOR, Deus dos Exércitos." Jeremias 15.16


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ó Deus, aviva a Tua obra! Habacuque 3:2


(ps: essas são as minhas anotações, daquilo que ganhei da mensagem)
Habacuque  3:2 Eu ouvi, Senhor, a tua fama, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos; faze que ela seja conhecida no meio dos anos; na ira lembra-te da misericórdia.
Habacuque  2:1 Sobre a minha torre de vigia me colocarei e sobre a fortaleza me apresentarei e vigiarei, para ver o que me dira, e o que eu responderei no tocante, a minha queixa.  2:2 Então o Senhor me respondeu , e disse: Escreve a visão e torna-se bem legível sobre tabuas, para que a possa ler quem passa correndo.  2:3 Pois a visão é ainda para o tempo determinado, e se apressa para o fim. Ainda que se demore, espera-o; porque certamente virá, não tardará.  2:4 Eis o soberbo! A sua alma não é reta nele; mas o justo pela sua fé viverá.
Hoje ouvimos na CNN que o supremo lider do Iran disse que, daqui há 25 anos, não mais existirá Israel. Quando ouvimos e consideramos Habacuque,  pedimos ao Senhor que reavive Sua obra. Qual é a obra?
Esse é o ano mais triste desde a criação de Israel, há 65 anos. Essa é uma nação que ainda luta por sobrevivência. O Iran tenta um acordo nuclear com os EUA. Os EUA, prestes a assinar tal acordo, um acordo anunciado em meados de junho. Faltm poucos dias para todo o congresso americano aprovar. Nesse tempo, dentro de duas semana, haverá a festa dos tabernáculos em Israel e haverá uma grande lua cheia. Porém nesse ano, uma lua de sangue. No ano passado e nesse ano, consecutivamente, tivemos as luas de sangue.
De acordo com a NASA houve apenas seis ocasiões como essa. Num total de 32 luas de sangue, sempre aparecendo em períodos de dois anos consecutivos.
Em Ap 6 diz no sexto selo: a lua se converterá em sangue. Prestemos atenção cuidadosa à Bíblia. Esse é um sinal, antes do retorno do Senhor. Esse ano será o último, em 28 de setembro próximo. E certamente ocorrerá. Estude nos livros de história as 8 ocorrências que resultaram nessas luas. 28 / 09 será esse dia. E haverá a Páscoa e  a festa dos Tabernáculo. Nesse meio tempo, a notícia do acordo nuclear.
Uma das luas foi na época de Ester. Nas vésperas do Corim, ela fez algo incomum e interviu na destruição do povo. Nos tempos de hoje, o Primeiro ministro de Israel está na mesma posição de Ester, procurando desfazer as ações do EI. A relação entre Jerusalém e Washington foi quase a zero, porque querem que Israel pare de ocupar a palestina. Nunca se esperava que tais palavras viessem do governo americano. De alguma forma, o relacionamento entre EUA e Israel quase congelou. Isso foi antes da festa da Páscoa passada, na primeira lua de sangue desses dois últimos anos. Esperavam que esse acordo nunca fosse selado.
Agora, meados de julho, o acordo se encaminha para fechar e basta que o congresso americano dê um sim. Agora vamos assistir isso nos próximos dias. Nesse ano, Israel olhará a lua cheia, a última dos últimos 2000 anos, antes da volta do Senhor, (pois um evento desse só ocorreria daqui 500 anos) e haverá a lua de sangue.
Usando a visão do vale dos ossos, é como se, em 1948, tivéssemos visto Israel se revestindo  de pele, o corpo se formando e Israel se reerguendo. Há um corpo, mas e o espírito? Foi uma restauração política, mas não espiritual. Eles terão a oportunidade de receberem, reconhecerem ao Senhor, como os irmãos de José,  quando estavam perto de reconhecerem a José e este os levou primeiro ao arrependimento. José sabia que ele tinha que ser vendido, preso... Mas primeiramente, seus irmãos precisavam ser tocados em sua consciência,  pois Deus é justo. Ele precisou fazê-los tocar na consciência,  antes de José lhes contar quem ele era. Ele esperou, em especial, que Judá, quem deu a ideia de vendê-lo ao egípcios, tivesse a disposição de se dar no lugar de Benjamin. José fez de Benjamin um refém e mostrou para Judá que, se o coração de Jacó se ligava ao de Benjamin, (como era com José anteriormente, antes de seus irmãos rasgarem o coração de seu pai) ele, Judá,  deveria ficar no lugar de seu irmão. José os  levou à uma percepção profunda do que eles tinham feito. Judá se deu em troca de Benjamin nessa ocasião. Isso é o fruto do arrependimento. E José se reconciliou com seus irmãos nessa hora. Na crucificação, quem estava presente e crucificou Jesus? Judá e Benjamin!" Entenderam a profundidade disso? 
Deus é justo. Israel não tem saída perante as nações unidas. Metade dos amigos foram perdidos na Páscoa, quando o governo americano assumiu uma posição pelo EI. Agora o povo americano, representado pelo congresso, vai votar na próxima lua. Isso por quê? É como a chance de José para seus irmãos. É a justiça e a misericórdia de Deus pela recuperação plena de Israel. Eles são como o vale de ossos cheio de carne,  pele, mas que ainda precisam do sopro do Espírito. Isso para que eles sejam avivados, se arrependam e creiam em Cristo. Somente dez por cento dos isaelitas crêem no Senhor e muitos são israelitas sem propósito para com as leis do antigo testamento! É necessário um arrependimento.
Se você ler Habacuque com arrependimento, se colocando na posição de um judeu, você entenderá o encargo de Habacuque,  um livro que começa de forma incomum, encorajando o avivamento, baseado na situação ruim que o povo vivia naquela época, mas que profeticamente, explica claramente os dias de hoje! Se você fosse um judeu que retornou à Israel, você entenderia.
Habacuque  1:2 Até quando Senhor, clamarei eu, e tu não escutarás? ou gritarei a ti: Violência! e não salvarás?  1:3 Por que razão me fazes ver a iniqüidade, e a opressão? Pois a destruição e a violência estão diante de mim; há também contendas, e o litígio é suscitado.  1:4 Por esta causa a lei se afrouxa, e a justiça nunca se manifesta; porque o ímpio cerca o justo, de sorte que a justiça é pervertida.  1:5 Vede entre as nações, e olhai; maravilhai-vos e admirai-vos; porque realizo em vossos dias uma obra, que vós não acreditareis, quando vos for contada.  1:6 Pois eis que suscito os caldeus, essa nação feroz e impetuosa, que marcha sobre a largura da terra para se apoderar de moradas que nao sao suas.  1:7 Ela é terrível e espantosa; dela mesma sai o seu juízo e a sua dignidade.  1:8 Os seis cavalos são mais ligeiros do que os leopardos, se mais ferozes do que os lobos a tarde; os seus cavaleiros espalham-se por toda a parte; sim, os seus cavaleiros vêm de longe; voam como a águia que se apressa a devorar.  1:9 Eles todos vêm com violência; a sua vanguarda irrompe como o vento oriental; eles ajuntam cativos como areia.
Ao ler isso, você não percebe? Não parece que lemos sobre os dias de hoje? Israel desviou-se tanto, que fez uma parada gay e gabou-se de ter feito a maior de toda a Ásia, testemunhando o que diz acima: a lei é frouxa e torcida. A tabeliã que se recusou a fazer o casamento homossexual foi presa, sem fiança. O padeiro que se recusou  a fazer um bolo para esse casamento foi processado e perdeu... 
Você precisa saber que cedo ou tarde, em todos os lugares, a lei será frouxa e torcida, porque o ímpio cercará o justo. Ó Senhor, qual o limite da Sua paciência? 
O Senhor responde com o versículo 5. Olhem e fiquem maravilhados. Deus faz uma obra de suscitar caldeus, para se apoderarem do que não é seu. Eles são rápidos. No período da copa do  mundo, no ano anterior, quando todos estavam alucinados, entorpecidos, o IE tomou um território do tamanho da Inglaterra, decapitou cristãos, perseguiu judeus.  Estão desde então, encurralando Israel, 
Habacuque  1:8 Os seis cavalos são mais ligeiros do que os leopardos, se mais ferozes do que os lobos a tarde; os seus cavaleiros espalham-se por toda a parte; sim, os seus cavaleiros vêm de longe; voam como a águia que se apressa a devorar.  1:9 Eles todos vêm com violência; a sua vanguarda irrompe como o vento oriental; eles ajuntam cativos como areia.  1:10 Escarnecem dos reis, e dos príncipes fazem zombaria; eles se riem de todas as fortalezas; porque, amontoando terra, as tomam.  1:11 Então passam impetuosamente, como um vento, e seguem, mas eles são culpados, esses cujo proprio poder e o seu deus.  1:12 Não és tu desde a eternidade, ó Senhor meu Deus, meu santo? Nós não morreremos. ç Senhor, para juízo puseste este povo; e tu, ó Rocha, o estabeleceste para correção.  1:13 Tu que és tão puro de olhos que não podes ver o mal, e que não podes contemplar a perversidade, por que olhas pára os que procedem aleivosamente, e te calas enquanto o ímpio devora aquele que e mais justo do que ele.
Os caldeus representam a Babilônia e o reino do anti Cristo em Ap. Mas em Cristo,  caiu a Babilônia! Deus usa a Babilônia, mas os persas os disciplinarão e no capítulo dois, vemos cinco ais sobre as Babilônia, o mundo. A questão é que Deus precisa justificar, corrigir Israel. Essa é a obra da cruz. A violência em Jerusalém, a perversão da lei, mostra a necessidade dessa correção. 
Cristo foi crucificado porque a justiça estava pervertida e o ímpio cercando o justo. Pecadores cercando o Senhor. Não foram os pregos que crucificaram Cristo, mas o meu e o seu pecado. Quando Israel voltou, deveria ter amolecido o coração de pedra, recebendo o Senhor como Senhor e salvador, mas não foi assim. Hoje ainda se repete. A situação aperta-se, para onde eles se voltarão? Precisamos orar pela paz de Jerusalém.  Eles não terão paz, pois ainda crucificam Cristo. Em Habacuque não havia Iran ou EI. É uma profecia! Por isso Deus diz para que ele registre, até para os que passam correndo, pois esse livro ainda se cumprirá. Não é uma história passada. Espera, pois certamente virá e não tardará. 
Há uma linha do tempo. Olhe para ela e verá que a profecia se cumpre dentro dela. Eis o soberbo,  a Babilônia,  sua alma não é reta. O mundo muda de cor, mas a essência é a mesma. Em Dn vemos o ouro da Babilônia em Daniel,  a prata da Persa em Ester, o bronze da  Grécia, o ferro de Roma, o barro de hoje, mas são todos soberbos em si. 
O rei Nabucodonozor sonhou e esqueceu o Sonho. Quis que os sábios interpretassem. Ele queria que toda imagem fosse ouro, por isso ele fez uma imagem toda de ouro, da cabeça aos pés, para tentar manter seu império. Deus o repreendeu. Essa é a natureza do mundo: soberba! Então, Deus permite que ele encurrale seus filhos, para que eles aprendam, para que eles tenham a rota corrigida, para amadurecerem de acordo com o Seu propósito. 
Como o justo viverá? Pela fé! Deus usa a história como instrumento para agir em você e em mim. 
O justo viverá pela sua fé. 
Quando um rabino judeu foi examinar essa parte disse que Moisés deu 613 leis, segundo eles... De acordo com  esse rabino, quando Davi veio, reduziu à 11. Leia Salmo 15. Em Isaías,  para 6. Is 33:15-16. Miquéias reduziu para 3 mandamento. Mq 3:8. E  de acordo com os rabinos, quando Habacuque veio, reduziu os 613 mandamentos para 1:
O justo viverá pela fé.
Os judeus interpretam:
Os justos viverão por lealdade. Eles interpretam que a violência e soberba é dos caldeus e não uma situação dos judeus. Não pode ser lealdade. Habacuque mostra a violência dos caldeus, mas também dos judeus. A perversão da lei. Isso é lealdade? Não! Eles cultuavam outros ídolos, ídolos ocultos. O que toma o lugar de Deus é ídolo. Secretamente adoramos. Se fazemos em secreto, porque não em aberto? E Israel foi para a maior terra de ídolos que poderia haver, até se cansarem de ver tanta idolatria. E foi nesse cativeiro, nessa exposição, que essa doença foi curada e puderam voltar da Babilônia para Israel. De qualquer forma, a palavra foi espalhada alí. Quando Jesus nasceu, os sábios souberam. Por causa daquele cativeiro babilônico, a terra se encheu da glória do conhecimento de Deus.
Por um lado, eles foram tratados da idolatria, por outro, a palavra de Deus foi disciminada.
Habacuque  2:20 Mas o Senhor está no seu santo templo; cale-se diante dele toda a terra; cale-se diante dele toda a terra.
Quando foram cativos da Pérsia, a Pérsia teve a oportunidade. A dominação da Grécia, permitiu que parte do novo testamento fosse escrito em Grego e a dominação Romana permitiu a construção de estradas e nelas a palavra se espalhou pela terra. No império grego romano, o evangelho pode ir por todas as partes! 
Isso é a maior prova de que o justo viverá pela fé. E será santificado por ela. Voltamos ao estado original de provar a vida diante do Senhor, como no Édem. Mas a vida de Cristo nos dá um passo a mais, nos fazendo transformar pela obra de Cristo, o que é a glorificação pela fé.
Aqui Habacuque fala de fé! Como a que Jesus pede aos seus discípulos, dizendo para que eles não fosse  tímidos, pois em fé, chegariam ao outro lado.
O Sonho da estátua em Daniel passa por todos os reinos. Nabucodonozor,  Dario, Ciro, Augusto até a vinda do Senhor!
Cale-se diante Dele toda terra! A glória de Deus voltou ao seu  templo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário