Objetivo desse blog



O objetivo desse blog é compartilhar com vocês aquilo que tenho ganhado na comunhão com os santos e ao ler a palavra do Senhor!


"Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo teu nome sou chamado, ó SENHOR, Deus dos Exércitos." Jeremias 15.16


sábado, 25 de maio de 2013

9º aperfeiçoamento de irmãos de serviço na Estância Árvore da Vida – maio 2013.


Mensagem dois.


Deus já nos predestinou para a plena filiação. Se vamos chegar a amadurecer, isso é outra história. Deus tem sua parte, mas falta a nossa parte. Em gênesis vemos que havia chuva, mas Deus não a mandava porque faltava homem para lavrar a terra. Tudo o que é relacionado à vida leva tempo, lágrimas... É como uma vida. A mãe sofre e gera. Daí acabou? Não, está só começando. Deus está trabalhando em você da mesma maneira. Deus está esperando você crescer. Você não cresce. Negar a si mesmo, e você não faz. Deus dispensa na marra e força a sua vida da alma para fora. É como se Deus colocasse uma mangueira de alta pressão, para por tudo para fora.
Não adianta ter ferramentas boas se as pessoas não estão corretas, O encargo é a nossa pessoa. Vamos falar da vida e da obra. Na bíblia, ambos andam juntos.
Gn1:26
Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Tenha ele domínio.
A imagem relaciona-se a vida e o domínio a obra. Quem terá domínio? Quem tem a imagem de Deus, tem o domínio na vida na terra. Devemos aprender a dominar em todas as situações: no carro, trânsito... Às vezes sucumbimos às provas. Quer ver uma prova? As reclamações. Se você reclama, você não domina. Você domina seu nervosismo, compulsão de comprar, comer, ficar no celular, sua ira...
O Senhor deu a vida para você dominar. Uma das coisas que você precisa dominar são os anjos. Como? Tirando as pessoas debaixo do domínio de satanás e dos anjos caídos.
Há dois aspectos no espírito: o que o Senhor soprou nos discípulos no dia a dia. Ele é comparado ao orvalho, a água. Esse é o espírito essencial. E onde fica o espírito de poder? Precisamos dele para pregar o evangelho com autoridade. Ide e fazei discípulos de todas as nações. O aspecto do poder é para a obra. É o aspecto econômico. É como duas asas de avião. Não podemos ficar só com a vida, mas precisamos da obra.
A parábola das virgens fala de estarmos cheios de azeite. As vasilhas das virgens representam a nossa alma. Quanto azeite devemos ter? A diferença entre as néscias e as prudentes era a quantidade de azeite nas vasilhas.
As parábolas dos talentos. O senhor deu para um cinco e para outro um. O Senhor vai mostrar que você precisa multiplicar o seu talento. Quando o Senhor voltar, o julgamento do Senhor vai se basear na vida e na obra e esse equilíbrio está difícil de encontrar. No passado, só vida. No presente só a obra? Somos homens de extremos.
Alguns pensam que não precisamos mais de reunir, de locais de reuniões e de palavra? Precisamos estar equipados com todas as epístolas de Paulo, de Pedro. Precisamos estar equipados com a palavra.  Precisamos de Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, Filemon.
Sabe qual o maior sinal de que o Senhor está voltando? O amor esfriar-se. A iniquidade se infiltrou sorrateiramente na igreja, por desencorajamento, mundo. Os jovens parecem bem e postam coisas no “face” que são contrárias a Deus. As separações, fornicações, divórcios. Os jovens andam se envolvendo com coisas que nós nem sabemos. Achamos que estão estudando e estão em pecado, drogas e sexo. Não se iluda. Você presta atenção aos sinais externos da vinda do Senhor, mas o maior sinal é a iniquidade. Quase todos perderão o amor.
O Senhor tinha na mão sete estrelas. Não falou sete apóstolos, falou sete estrelas. Não falou ao presbítero da igreja em Esmirna, mas disse: Ao anjo da igreja, aos sete anjos. Posição e título não querem dizer nada. Isso não quer dizer que não há autoridade em vida, pois há sim, uma ordem que Deus colocou na igreja e que nós devemos aprender a respeitar. Mas a ênfase não está na posição, está em brilhar. O mensageiro transmite a mensagem de Deus. As igrejas precisam dos mensageiros que recebem o encargo de Deus e que passem esse encargo aos irmãos. Andamos pela luz do sol e da lua. Sim, mas a estrela não só ilumina, mas guia. Os marinheiros de antigamente eram guiados e navegavam pelas estrelas. Essas estrelas serão os que se dispuserem a guiarem os irmãos.
A nossa obra hoje é pregar o reino. Tirando-as do exército de satanás, para entrarem no exército de Deus. Quem vai para guerra? Soldados. Nem todos participam do exército. Os jovens se alistam e com eles temos coronéis, majores, generais, pessoas com experiência. O exército tá na frente. Mas uma guerra se ganha com uma boa retaguarda. A Alemanha tinha um exército destruidor na segunda guerra. Mas economicamente não podiam sustentar a guerra, pois a população passava fome. Precisamos de uma vida da igreja forte. Precisamos dos irmãos que servem, ofertam. Os EUA entraram na guerra mais tarde, mas o país inteiro entrou na guerra. Se a igreja não apoiar com palavra, sustento, abrindo as casas, orando, não haverá exército que vença. Precisamos resgatar o “igrejar”. A cultura do local entrou no nosso meio. Queremos  as vezes só ir às reuniões e não queremos viver com os irmãos, com a igreja para passar o dia todo juntos. Um trânsito intenso entre as igrejas. Você não deseja isso também? Não temos que vender o local de reuniões, mas precisamos ser resgatados dessa cultura só no local.  
Por que o Senhor quer que você participe da obra? O Senhor quer aperfeiçoar você. A sua pessoa. Ao participar da obra, você é exposto. Ao ser exposto, você pode ser aperfeiçoado. O Senhor está interessado em você. Não é obra por obra. É obra para crescer em vida. Há muitos problemas na obra, conflitos. Quando vem um conflito, o que você faz? Fala? O Senhor permite erros até de liderança, para aprovar o seu coração. João e Tiago souberam que havia oposição, em Lucas 9:51-56. Os samaritanos resistiram ao Senhor e não queria recebê-lo. Com um comentário leviano você pode destruir alguém. O Senhor pode cobrar você no dia do juízo. João foi precipitado nesse caso. O Senhor lhe respondeu: Você não sabe de que espírito sois. Como que espírito você faz comentários? Tenha temor do Senhor e não seja leviano.
Sobre o evangelho do reino. Precisamos ter clareza de que ele, antes de ser pregado, precisa ser vivido. A igreja é um viver. Mateus 7:21
Não todo o que diz Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus.
Não podemos viver na mentira, nem escondido atrás da alma. Tenho um viver mais ou menos e saio para vender livros e apaziguo a minha consciência. O Senhor não aceita! Invoca de qualquer jeito e acha que está tudo certo. O bêbado entra e você diz; Invoca e ele diz bêbado: ó Senhor... Isso é da boca para fora! Não vem do coração! Você vendeu galinha, livro no semáforo e naquele dia o Senhor vai dizer: Não te conheço.
Apartai de mim o que pratica a iniquidade.
De certa maneira perdemos a intimidade com o Senhor. Quantos de nós temos tempo para ler a palavra e orar ao Senhor. Produzimos uma geração de jovens sem a palavra. Como vão resistir ao diabo? Têm o espírito de querer servir, mas quem conhece a palavra. Por anos e anos recebemos a palavra e faltava em nós a prática do evangelho. Essa geração não conhece assuntos básicos como as três partes do homem. Temos colportores saindo para vender livros e não conhecem a palavra, não conseguem explicar a palavra de Deus para as pessoas. Isso até na vida da igreja. Se continuarmos assim, haverá uma brecha enorme e não haverá mais o sustentáculo. Precisamos voltar à palavra sem deixar a obra. A palavra do Senhor. Conhecemos a vontade de Deus na maneira macroscópica:
Que todo homem seja salvo e chegue ao pleno conhecimento da verdade.
Que o Deus triuno tripartido seja infundido no seu ser tripartido regenerado.
Mas você não sabe de quem é o dinheiro que está no seu bolso, se você deve namorar ou não. Você se lembra do Senhor no local e vive em total liberdade no Shopping, no trânsito. Você se sente livre para fazer tudo o que quiser. O Senhor diz no evangelho que quando você era jovem, você ia onde queria, mas que quando for mais velho, outros te levarão onde não queres ir!
Você quer viver no tempo de Jesus, mas você acha que Pedro tinha liberdade de ver o jogo do Corinthians ou que as Marias podiam ver novelas? E se Jesus se corporificasse hoje e vivesse com você? Como seria? Você é um prisioneiro do Senhor?
Muitas vezes seu relacionamento com Deus é coletivo. Você ora em duplas no local e funciona bem, mas com o cônjuge em casa não. Sua comunhão com Deus em casa é carente. Vamos voltar urgentemente a ter o relacionamento particular e íntimo com Deus. Na comunhão com o Senhor, saber a vontade Dele para as coisinhas suas do dia a dia. No seu casamento, trabalho, mudança de cidade. Essa vontade do Senhor, você só conhece se você é íntimo Dele. Deus é interessado na sua vida particular. Deus se preocupa com os pássaros, com os lírios e com você? Há casais que servem ao Senhor, mas brigam o tempo todo. A quem você quer enganar. Você as vezes quer derrubar a árvore sem afiar o machado? Tem que parar para afiar o machado. Se você está bem com o Senhor, seu serviço tem outro nível. João se dava bem com o Senhor. Ele se autodenomina: o discípulo a quem o Senhor amava.
João 13:21-30
Pedro pediu à João para que esse perguntasse ao Senhor quem estava para traí-lo. E o SENHOR respondeu. Quando temos comunhão com Deus, Ele confidencia para nós palavras.
Planta sem raiz não tem profundidade e não se sustenta.
João21:1-4
Eles não reconheceram que era Jesus no lado. Por quê? Por perda de intimidade. Se você perder essa intimidade o Senhor naquele dia dirá?
Quem é esse? E eu olharei para o Senhor e direi: Quem é ele?
Não podemos transformar a vida da igreja numa multinacional. Você bate ponto, trabalha bem... É bom ceapista, vende livros, mas nunca viu a cara do seu patrão... Nem saberia quem Ele é se o visse. Você sai sem orar, pensando que está servindo o Senhor. Ele dirá: NÃO CONHEÇO VOCÊ!
Os discípulos andaram três anos com Ele e não sabiam que Ele era. Quando o Senhor trouxe os peixes, João, quem mais tinha intimidade com Ele, automaticamente disse: é o Senhor! Ele às vezes está ao seu lado para dar a palavra e você não o reconhece! Ore, tenha intimidade com Ele. Você não sabe se deve namorar um irmão. Não faça na dúvida. Ore.
Olhe a oração do Senhor. Começou com o macroscópico: a vontade de Deus e terminou com o micro, com a sua fraqueza: o pão nosso de cada dia, as ofensas, tentações. Depois volta para o reino e a justiça.
A obra vem da intimidade com o Senhor. Eu o amo e Ele me dá uma comissão. Assim ajudemos os jovens, os ceapistas, os novos, os antigos.
O maior interessado é o Senhor. Ele quer uma forte vida da igreja com linha de frente e retaguarda fortes. Não importa se você é um Onésimo. Deus precisa de você!
Deus precisa de mim! Ó Senhor Jesus! Tu precisas de mim, restaura a alegria da minha salvação, a minha intimidade contigo. Restaura-me Senhor! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário